domingo, 23 de agosto de 2015

Michel Foucault - 32 livros para download gratuito

michel foucault

Michel Foucault é um dos maiores filósofos da contemporaneidade, foi responsável por novos caminhos na análise do poder e da história e tem relevância acadêmica fora de série. Abaixo você verá uma introdução sobre sua vida, 17 artigos sobre Foucault no Colunas Tortas e 32 livros para download gratuito.

Índice
  1. Biografia de Michel Foucault
  2. Artigos sobre Michel Foucault no Colunas Tortas
    1. Cátedra Michel Foucault e a Filosofia do Presente, na PUCSP
    2. Assuntos gerais em Michel Foucault
    3. Arqueologia do Saber: uma resenha detalhada
  3. 32 livros de Michel Foucault para download gratuito

1. Biografia de Michel Foucault

É curioso sabe que este autor cresceu em instituições escolares conservadoras e religiosas: seu pai chegou a interná-lo em um hospital psiquiátrico o acusando de loucura, após tentar se matar aos 22 anos.
O caso citado acima aconteceu quando Michel Foucault já havia retirado seu diploma de filosofia na Sorbonne, contrariando o desejo de seu pai, que o queria na carreira médica.
É importante dizer que Foucault nasceu em Poitiers, na França, em 1926. Viveu uma das épocas mais conservadoras da França do século XX, com general De Gaulle como presidente da república.
Em 1952, Foucault se formou em psicologia pelo Instituto de Psychologie e começou a dar conferência ao redor do mundo. Conheceu Dumézil na Suécia, SartreDeleuzeMerlau-PontyBourdieu e Lacan, na França, e partir da década de 50, começou sua vida de escritos.
Lançou Doença Mental e Psicologia, livro encomendado por Althusser (que foi seu professor), em seguida continuou seus trabalhos arqueológicos e publicou História da Loucura e O Nascimento da Clínica, ambos no início dos anos 60. Em sua fase chamada genealógica (sim, a referência é de Nietzsche, afinal, Foucault se declarava herdeiro da filosofia do alemão), publicou Vigiar e Punir, deu diversos cursos no College de France e, por fim, se aventurou na ética, estudante as práticas de cuidado de si gregas. Sua última grande obra foi a História da Sexualidade, divida em 3 volumes.
Nas obras de Michel Foucault, o papel da ligação Saber-Poder é determinante. Para ele, não há como falar de poder sem explicar os discursos que o legitimam, assim como não é possível falar de saber sem explicar as relações de poder que são movidas automaticamente pelos discursos. Saber e poder são nominalmente separados, mas são a mesma coisa na vida cotidiana.
A categoria sujeito faz parte dessa análise. É a partir do tripé Saber-Poder-Sujeito que Foucault intensifica a noção do sujeito de linguagem constituído por discursos e relações de poder, ao invés de ser determinado por uma estrutura específica (como a econômica) longe de sua própria experiência cotidiana. Esta “estrutura” de três categorias está presente em todo seu pensamento.
Com o passar do tempo, as obras de Michel Foucault se tornaram leitura obrigatória para quem deseja entender o pensamento contemporâneo. De certa forma, não saber o que Foucault tem a dizer sobre o poder e sobre o saber é estar excluído da discussão atual nas ciências humanas.

Sem comentários: