terça-feira, 30 de junho de 2015

PHDA e outros transtornos de aprendizagem

Pais e professores sabem o quanto é difícil lidar com crianças que não se concentram, são agitadas e muitas vezes impulsivas. Crianças com estas características muitas vezes são rotuladas, porém, devemos saber se elas são muito agitadas, extremamente “levadas” sem limites, ou se possuem PHDA (Perturbação de Hiperatividade e Déficit de Atenção). No Brasil esta perturbação é designada por TDAH (Transtorno de Défice de Atenção e Hipertividade).
Para crianças com PHDA, concentrar-se é algo difícil. Distraem-se com facilidade, não se lembram de suas obrigações, perdem e esquecem objetos com frequência, têm dificuldades em seguir instruções e se organizarem, falam de maneira excessiva a ponto de não serem capazes de esperar a sua vez, o que as leva a responderem perguntas antes mesmo delas serem concluídas. Encontram dificuldades no desempenho escolar em decorrente do impacto destes sintomas. 
No vídeo infra são sinalizados outros sintomas que podem ajudar pais, professores, educadores e outras pessoas a detetarem os sintomas do PHDA. Adverte-se, no entanto, mesmo que estes sintomas sejam indicadores favoráveis à referida perturbação, é imprescindível que seja realizado um bom diagnóstico feito por um profissional habilitado.


Socorro Bernardes - Psicopedagoga, Psicanalista Clínica, Palestrante, Bacharel em Administração de Empresas, Professora do município de Juazeiro-BA na área de Atendimento Educacional Especializado, Escritora/poetisa com livro publicado pela Editora Baraúna e CBJE.

Sem comentários: