segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Conferências: (In)disciplina na Escola

A indisciplina é um tema que aparece como uma das principais preocupações dos professores e dos pais quando se fala da escola. Nesta conferência procura-se perceber o que é a disciplina e a indisciplina, e quais são as estratégias usadas na escola, pelos professores, para enfrentar esta mesma indisciplina: antes de mais, há muita indisciplina nas escolas? Há hoje mais indisciplina do que há alguns anos atrás? Rir alto na aula pode ser considerado indisciplina? E bater no colega? Onde acaba a indisciplina e começa a violência? Existem casos graves de indisciplina em Portugal? Quem sente mais a indisciplina? O que fazem as escolas e os professores para impedir que haja indisciplina e, quando esta ocorre, para a travar? Estratégias como a expulsão da escola resultam ou pioram o problema? Existem outras alternativas? Como se relaciona a (in)disciplina com o (in)sucesso académico? O insucesso dos alunos é maior porque eles são indisciplinados ou eles são mais indisciplinados porque têm insucesso? O Novo Estatuto do Aluno está a melhorar o clima nas escolas? Uma especialista norte-americana apresentará algumas medidas testadas que permitem atenuar este fenómeno e reflectirá sobre os seus resultados, enquanto que um psicólogo português procurará traçar um retrato sobre a realidade portuguesa. Os nossos alunos são indisciplinados? Como podem as nossas escolas melhorar neste aspecto?

Ciclo de conferências Questões-Chave da Educação, organizado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, para os dias 17 e 18 de outubro, em Lisboa e Braga, respetivamente. 

Dorothy Espelage, especialista norte-americana, apresentará algumas medidas testadas que permitem atenuar este fenómeno, e João Lopes, psicólogo, procurará traçar um retrato sobre a realidade portuguesa e a sua relação com a indisciplina. 

Consulte abaixo as datas e locais disponíveis e inscreva-se. A entrada é livre, mas de inscrição obrigatória. 

Sem comentários: