domingo, 2 de junho de 2013

Hora da Poesia


Aqui cantaste nua.

Aqui bebeste a planície, a lua,
e ao vento deste os olhos a beber.
Aqui abandonaste as mãos
a tudo o que não chega a acontecer.

Eugénio de Andrade

1 comentário:

ematejoca disse...

Gostei muito da sua visita no "ematejoca azul".
Embora um pouco afastadas, lembro-me muito da Fátima, que foi a minha primeira comentadora.

Maria Lassnig é uma pintora de craveira internacional e, vale a pena conhecer a sua obra sensível e criativa.

Amo a poesia deste poeta que amava a minha cidade e lá morreu.