quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Investigação: Identidade, carreira e desenvolvimento profissional docente

BUM - Teses de Doutoramento

Título: Identidade(s), carreira e desenvolvimento profissional : um estudo junto de professores do 1º CEB
    Autores:  Herdeiro, Rosalinda
    Data: 2012-12-18
         ID:  http://hdl.handle.net/1822/23039

Resumo: Os desafios educacionais e políticos do presente século apontam deliberadamente para a qualidade do ensino e dos professores como estratégia de mudança educativa. Esta mudança requer flexibilidade e aprendizagem permanente por parte dos professores, o que levou à elaboração e publicação de legislação específica cujos objetivos enunciados pretendiam contribuir para a mudança e a qualidade do ensino, da aprendizagem e para o sucesso educativo. A presente investigação incide na indagação dos efeitos de alguma da legislação produzida com esse objetivo – nomeadamente o Estatuto da Carreira Docente (ECD) e a Avaliação do Desempenho Docente (ADD) – na(s) identidade(s), na carreira e no desenvolvimento profissional dos professores, concretamente do 1º CEB. A nossa investigação inscreve-se nos paradigmas de investigação qualitativa e quantitativa. Trata-se de um estudo longitudinal, realizado entre 2008 e 2010, tendo sido privilegiados os seguintes instrumentos de recolha de informação: narrativas biográficas escritas e orais, grupos de discussão e um questionário. Para o tratamento e análise da informação qualitativa recorreu-se ao uso do Programa NVivo9 e à categorização emergente e comparação constante. No tratamento e análise dos dados quantitativos utilizamos o Programa SPSS versão 17,0, privilegiando o uso de testes estatísticos (o Qui-Quadrado e o Teste-T), por serem considerados os mais adequados aos dados em análise. Os resultados do estudo dão visibilidade aos sentidos extraídos das experiências relatadas e das respostas dos participantes no mesmo. Como principais conclusões, salientam-se: i) a interferência das políticas educativas e curriculares no trabalho dos professores, condicionando a motivação e a colaboração profissionais e as relações interpessoais em contexto educativo, com repercussões no sucesso dos alunos; ii) os fatores que impedem o desenvolvimento profissional do professor na escola, assim como iii) as oportunidades e os constrangimentos de aprendizagem docente, com interferências na progressão na carreira. Finalmente, evidenciam-se os modos de sentir a avaliação docente na escola para a compreensão da (re)construção identitária dos docentes num contexto controlado pela prescrição legislativa e pela prestação de contas. A imagem social do professor, assim como a imagem que o professor tem de si próprio, dos outros e da sua profissão igualmente merecem destaque nas conclusões desta investigação.

Sem comentários: