quinta-feira, 17 de maio de 2012

Da Leitura: sobre a fragilidade dos laços humanos


Amor Líquido
de Zygmunt Bauman
Edição: 1ª (2006)
Páginas: 204
Editor: Relógio D` Água


"As pessoas tendem a tecer as suas memórias do mundo utilizando o fio das suas experiências. Os membros da atual geração podem achar superficial a imagem luminosa e alegre de um mundo confiante e fiel - em profundo desacordo com o que eles próprios aprendem diariamente, com o que é insinuado pelas narrativas comuns da experiência humana e recomendado pelas estratégias de vida que lhes são apresentadas no dia-a-dia."

Sinopse
A misteriosa fragilidade dos laços humanos, os sentimentos que esta fragilidade inspira e a contraditória necessidade de criar laços e, ao mesmo tempo, de os manter flexíveis são os principais temas deste livro.
Bauman analisa assim o modo como a nossa era, que ele designa por modernidade líquida, ameaça a capacidade de amar e os crescentes níveis de insegurança, tanto nas relaçoes amorosas como nas familiares, e até no convívio social com estranhos.

Zygmunt Bauman é considerado um dos mais atentos observadores das contradiçoes do mundo actual.

Sem comentários: