segunda-feira, 16 de maio de 2011

A Pedagogização do Sexo


(clique na imagem para aceder ao artigo)


Um artigo que valerá a pena ler, no quadro das preocupações curriculares da recente criação de uma área transversal intitulada Educação Sexual.
Nesta e em outras situações anteriores como a criação de uma área de Educação para a Cidadania e a Formação Cívica... têm sido defendidas idéias inteiramente absurdas, que são afirmadas e reafirmadas a cada passo nos documentos normativo-legais e curriculares produzidos quer ao nível do Ministério da Educação e das Escolas, quer em documentos de orientação pedagógica produzidos pelas mais diversas entidades e pessoas a ela ligadas (no âmbito das Ciências da Educação e fora delas).
Comungando da opinião da Pedagoga Doutora Helena Damião, destaco:

"A ideia de que, em contexto de ensino formal, o educador ou professor deve denotar uma atitude de absoluta neutralidade, sobretudo quando estão em causa valores, está perfeitamente implantada no nosso sistema educativo, apesar de não ser exclusiva dele.
Apesar de ser uma ideia absurda (na verdade, educar implica sempre a tomada de decisões, nem que a decisão seja a de não educar)..."

Esta idéia é hoje incontornável e ao que nos é dado a observar tem acolhimento muito generalizado, mesmo entre educadores e professores...
Fica a sugestão de leitura do artigo supra.

Sem comentários: