segunda-feira, 11 de abril de 2011

Opinião de Daniel Sampaio sobre a escola problemática


(clique na imagem para ler)

As opiniões valem o que valem, e valem tanto menos quando quem fala sobre determinados assuntos, não é especialista nestes, nem deles tem o devido conhecimento no terreno.

Concordamos em alguns aspectos que são evidentes como a falta de autoridade dos professores e a indisciplina dos alunos, mas já não me parece que a indisciplina venha a diminuir só pelo fato de se abrir a escola ao trabalho da comunidade e ter um diretor cujo "curriculo ateste capacidade de melhorar os resultados e conseguir satisfação dos docentes e discentes...". Alguém me consegue explicar como é que um currículo pode demosnstrar estas evidências? Anexando a ele os resultados escolares dos alunos e/ou de inquéritos feitos à comunidade educativa (professores, alunos, auxiliares de educação e demais parceiros)?

Muitas coisas falham no sistema de ensino, todos sabemos disso, mas não me venham dizer que "os alunos com problemas de aprendizagem são enviados para aulas de apoio sem uma verificação criteriosa das suas insuficiências..." (conf. restantes afirmações no texto) . Com base em que evidências é proferida esta e as afirmações seguintes ? Há estudos que o provem?

Também não sei onde encaixa nesta temática o sistema de avaliação de professores... alguém me explica?

1 comentário:

IC disse...

"Alguém me explica?" E é para explicar, Fátima? Infelizmente, não foi só Daniel Sampaio, mas muitos outros, que andaram a escrever (e a ser muito lidos) sem serem especialistas e, pior ainda, sem nadinha conhecerem do "terreno". (Idem para MLR e escrevinhadores de legislação para a Educação. O que se aproveita do artigo é só o que é citado.
Bjs