quinta-feira, 3 de março de 2011

Parábolas de Hoje*

O caminho também é meta

«Um monitor de tempos livres falava da sua paixão pela montanha embora actualmente vivesse numa zona costeira. Pouco a pouco conseguiu convencer um grupo de jovens a ir com ele em excursão pela montanha.
Para os motivar, não sabia mais o que lhes dizer: "É qualquer coisa de formidável. Uma experiência única. Quem experimenta repete…".
Um dia apanharam o comboio e depois puseram-se a caminho a subir a montanha.
A meio do caminho, uns cansados e outros quase esgotados, perguntavam com alguma dose de frustração e agressividade: "Onde estão as extraordinárias paisagens e o encanto da montanha?".
O monitor sorria e respondia: "Estais a andar por cima deles. Quando chegardes lá acima ireis comprová-lo".
De facto, quando chegaram lá acima e contemplaram a esplêndida paisagem que ali se avistava, quando foram percorrendo com os olhos o trajecto extraordinário que tinham feito, compreenderam o que o monitor lhes tinha dito.
Apenas um – o mais crítico do grupo – estragou a tarde ao monitor quando se atreveu a dizer: "Como é possível que um apaixonado pela natureza, ao atravessar sítios tão belos, não tenha sabido aliviar o esforço da subida, nem tenha sabido ajudar-nos a saborear o ar e a amizade, nem nos tenha ensinado a admirar o encanto do caminho? Porque é que nos quis embriagar de beleza e de felicidade só no fim do trajecto?"»

* Parábola é uma narração de um acontecimento, real ou imaginário, mas que se reporta sempre a situações do quotidiano, da realidade e tem um ensinamento moral.

Francia, Alfonso (1998). Parábolas de Hoje. Apelação: Editora Paulus, p.81.


Notas:
1. Nos processos educativos utiliza-se a parábola para consciencializar, levantar questões e perspectivas, reunir ideias novas e sintetizar conteúdos, universalizar a mensagem, exemplificar, esclarecer e instruir... oferecer novas facetas das coisas e pistas de soluções para os problemas humanos.
2. Educar nos Valores - é a grande orientação do género parabólico. Género que possui e desenvolve na educação a capacidade para: despertar a imaginação e a mente, para relacionar as ideias, os sonhos e a vida, para estimular a criatividade, desenvolver o sentido e a sensibilidade artística... É fonte de diálogo. Apresenta a verdade a partir de outras perspectivas e roupagens. Torna a realidade mais clara, menos dolorosa e mais viva, com outro dinamismo e outra motivação.
3. Excelente recurso para ser utilizado em contexto de sala de aula de forma ocasional para iniciar um assunto, ilustrar uma ideia ou ainda para sustentar projectos educativos mais ambiciosos no âmbito da Formação Cívica, da EMRC ou outros.

Sem comentários: