terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Colóquio: "Redes Sociais e Literacia Digital"


Tudo o que vem à rede é peixe?

O Auditório Vita, em Braga, realiza a 11 de Fevereiro o Colóquio “Redes Sociais e Literacia Digital”, assinalando o Dia Europeu da Internet Segura, que se comemora este ano a 8 de Fevereiro.

Durante a sessão, marcada para as 21h30, vai ser lançada uma publicação dirigida às famílias, professores e demais educadores sobre a Internet, com especial enfoque nos usos das redes sociais. A publicação deste ‘booklet’ é o resultado de um trabalho prático com crianças e da investigação de Sara Pereira, Manuel Pinto e Luís Pereira, do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da Universidade do Minho.

Sara Pereira, a investigadora coordenadora do projecto explicou à Agência Lusa que “o objetivo é fornecer aos educadores ideias para conhecerem a realidade das práticas mediáticas dos jovens, entendidas como a relação destes com realidades como a televisão, videojogos e com a internet”.

Este ‘booklet’, que está integrado na iniciativa "Redes Sociais e Literacia Digital", que se destina a assinalar o Dia Europeu da Internet Segura, a 08 de fevereiro, é o terceiro e último número da coleção EduMedia, produzida no âmbito do projeto “Media Education in Booklets: Learning, Knowing and Acting”, que foi premiada com o “Evens Prize for Intercultural Education 2009 – Media Education”.

“São três os temas-chave desta obra: identidade, privacidade e a forma como se comunica através de uma rede de internet, que é pública”, explicou Sara Pereira à Agência Lusa.

Para a investigadora, os três temas-chave estão “ligados” à noção de “segurança na Internet”, mas “no sentido de tentar compreender o fenómeno e não apenas no sentido de proteger, principalmente as crianças e os jovens, dos perigos que a ‘rede’ pode ter”.

Sobre as práticas de segurança na rede, Sara Pereira considera mais “importante fornecer instrumentos de educação” do que “fazer um elenco dos perigos e aconselhar os educadores a ‘esconder’ estes perigos dos jovens”.

É com este sentido que surge este ‘booklet’: “Pretendemos fornecer aos educadores algumas ideias para conhecerem a realidade da rede, os conceitos que ela encerra. Damos sugestões para os educadores, mas também para os próprios adolescentes”.


Em suma, uma publicação que pretende deixar algumas pistas para auxiliar os adultos nesta tarefa de mediação; um contributo para a criar espaços de reflexão e ferramentas que ajudem pais, educadores e as próprias crianças e adolescentes a compreender e lidar com estas ferramentas.


Programa

Educação para os Media: das ideias à ação
Sara Pereira (Coordenadora do Projeto “Media Education in Booklets” desenvolvido na Universidade do Minho)

Apresentação da publicação "Internet e Redes Sociais – Tudo o que vem à rede é peixe?"
Ademar Aguiar (Fundador da empresa “Tecla Colorida”)

Os Media e as Crianças - a importância da investigação
Manuel Pinto (Diretor do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho)

1 comentário:

Prof.: JOSÉ CARLOS disse...

Vim conhecer seu espaço e gostei muito! Muito seleto e diversificado. Parabéns. A educação é a base do ser humano para sua vida em sociedade e para uma vida feliz. Também sou educador e vejo que nossa base holística é o caminho mais ameno a seguir.
Obs: Também virei seu seguidor.
Prof. José Carlos
http://projetosead.blogspot.com/