segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Concurso "Projecto Escola Electrão"

(clique na imagem para ler)


Os resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos (REEE) constituem o tipo de resíduos com o maior crescimento na União Europeia. Cada cidadão europeu gera, em média, 14 quilogramas de REEE por ano, segundo a Comissão Europeia, embora outros estudos apontem para valores superiores.
Um dos problemas associado ao fluxo dos REEE é a presença de substâncias perigosas para o ambiente a saúde. Como exemplos, podem-se referir o arsénio, o chumbo, o cádmio, o crómio, o mercúrio, o cloreto de polivinil e os clorofluorcarbonos, entre outros.
O problema é tão grave que em 2006 saiu uma directiva comunitária proibindo que os novos equipamentos contenham algumas das substâncias acima referenciadas.
O Projecto escola-electrão, da iniciativa da Amb3E (Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos de Equipamentos Electrónicos Electrónicos), pretende sensibilizar os alunos e a comunidade escolar para o correcto encaminhamento dos REEE, pelo efeito combinado de acções de divulgação e da participação num concurso inter-escolas.
Esta é a 3ª edição deste projecto, tendo a segunda edição, que decorreu no ano lectivo transacto, envolvido 603 escolas, com cerca de 405 666 alunos.
Respeitando a autonomia pedagógica das escolas, nomeadamente o seu Projecto Educativo, a Direcção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular convida as escolas a associar-se a esta iniciativa, que se enquadra no contexto da Educação Ambiental e do Desenvolvimento Sustentável que as escolas têm vindo a promover.

1 comentário:

ematejoca disse...

A Fátima é a minha amiga virtual mais antiga, e sabe muito bem, que eu aceito todas as críticas.
Além disso, a Fátima não critica o "ematejoca azul", mas sim elogia-o. Muito obrigada.
Quanto à página principal estar entúpida, é verdade, pois eu própria tenho dificuldades de lá entrar. Estou é, sem saber, o que fazer ao certo.
Por favor, Fátima, visite os meus outros 3 blogues, e diga-me, se tem as mesmas dificuldades em lá entrar.

Saudações outonais de Düsseldorf!