sexta-feira, 13 de agosto de 2010

"A autoridade propõe-se e impõe-se"



A palavra «autoridade» remete etimologicamente para o verbo latino augeo, que significa, entre outras coisas, fazer crescer. O paradoxo de toda a formação é o facto de o eu responsável se forjar a partir de escolhas induzidas, pelas quais o sujeito ainda não se responsabiliza. A aprendizagem do auto-controlo inicia-se com as ordens e indicações da mãe, que a criança mais tarde interioriza numa estrutura psíquica dual que a torna ao mesmo tempo um emissor e um receptor de ordens: quer dizer, a criança aprende a comandar-se a si própria, obedecendo aos outros.

Em todas as latitudes, as crianças crescem como a hera trepa pela parede, com o auxílio dos adultos que lhes oferecem ao mesmo tempo apoio e resistência. À falta desta tutela, nem sempre complacente, é possível que acabem por tornar-se disformes até à monstruosidade.

E a autoridade sobre elas exercida deverá caracterizar-se pela continuidade – primeiro, na família, depois, na escola: se a um período de abandono caprichoso se seguir uma brusca interrupção autoritária, será fácil que o resultado venha a revelar-se um desastre. Decerto, a autoridade dos maiores propõe-se aos menores como uma colaboração que lhes é necessária; mas, em certas ocasiões, terá também de se lhes impor. E é disparatado aplicar estritamente desde o infantário o princípio democrático segundo o qual tudo deve ser decidido entre iguais, porque as crianças não são iguais aos seus professores no que se refere aos conteúdos educativos.

Fernando Savater

2 comentários:

IC disse...

Há muito que li que a investigação comprova que a falta de autoridade desestabiliza psicologicamente a criança. E é evidente que os alunos apreciam a autoridade (não autoritarismo).

Estou regressando muito devagarinho à blogosfera. Vim deixar-te um abraço.

Nossos Filhos, Nossas Flechas disse...

Olá, professora Fátima. Como vai?
Achei interessante o post "A autoridade propõe-se e impõe-se".
Gostaria de poder contribuir com o assunto. Se puder visitar meu blog, me sentiria privilegiado:
http://krlfran2010.blogspot.com/
(quinta-feira, 11 de março de 2010
A LÓGICA DAS FLECHAS É QUE ELAS SEJAM LANÇADAS).
Aguardo seu contato. Fique com Deus.