terça-feira, 6 de julho de 2010

A Literatura Portuguesa ficou hoje mais pobre


Mais uma perda irreparável para a literatura portuguesa. A escritora Matilde Rosa Araújo (20 de Junho de 1921 - 6 de Julho de 2010), parte da nossa companhia, mas deixa uma vasta obra, da qual destaco duas ou três:
O Livro da Tila – poemas para crianças; O Palhaço Verde – novela infantil; O Sol e o Menino dos Pés Frios – contos; O Chão e a Estrela; e outras cerca de duas dezenas de obras que ficam vivas na memória de quem lê a sua obra.
Uma escritora que sem dúvida escreveu belíssimos livros para crianças, belíssimos poemas. Um rasto muito singular de doçura e simpatia são marcas da sua escrita.
Em sua memória deixo este poema para crianças, na esperança que a sua escrita toque a criança que há em todos nós (também adultos).




História do Sr. Mar

Deixa contar...
Era uma vez
O senhor Mar.
Com uma onda...
Com muita onda...

E depois?
E depois...
Ondinha vai...
Ondinha vem...
Ondinha vai...
Ondinha vem...
E depois...

A menina adormeceu
Nos braços da sua Mãe...

Matilde Rosa Araújo, in "O Livro da Tila"

Sem comentários: