quinta-feira, 24 de junho de 2010

Ritmos...


... cada um tem o seu, importa é não parar e esforçarmo-nos para atingir o limite das nossas potencialidades e o brilho do nosso SER.

Ilustração: Ceó

1 comentário:

Estrela d'Alva disse...

Das melhores e mais puras verdades que já li, Fátima =)

"Não importa o quanto você vá devagar desde que não pare."

Beijinhos,
Estrela d'Alva