terça-feira, 29 de junho de 2010

Jovens e Projectos de Vida com sentido


"Anima Christi" é o nome deste projecto. Um projecto com a chacela de Jesus Cristo, com os rostos e vozes de um grupo de jovens cristãos católicos, que através da poesia e da música, procuram chegar mais além, dizendo e cantando a sua fé e vivendo como filhos de Deus a alegria contagiante que lhe foi dada pelo baptismo.
Chegou-me hoje este projecto às mãos e não podia ignorá-lo. Um projecto que na sua simplicidade pretende com os poemas e músicas torná-los um instrumento de evangelização, de partilha e de anúncio de Cristo sempre jovem, vivo e ressuscitado.
Este projecto integra um CD de música e um livrinho que contém as letras das músicas, os textos bíblicos fonte de inspiração das letras e reflexões sobre os mesmos textos.
O meu aplauso a estes jovens que têm coragem de procurar Deus nas suas vidas e assumi-lo como caminho de Verdade e Vida.
Vale apena.

(clique na imagem para aceder ao site)

De momento não posso deixar todas as músicas do CD porque teriam que ser convertidas para outro formato, mas deixo-vos um poema e um excerto deste CD (http://www.edicomail.net/netradiocatolica/programas_nrc/geracao_xxi/podcast_geracaoxxi300510.mp3.)


Sorriso de Amor

Estende a tua mão
Sabes na noite também há luz
Há uma estrela que nos guia
Abre o coração
E sente o calor do amor de Jesus
A Sua Paz e alegria
É preciso ir pelo mundo anunciar
Com a alegria de um sorriso
Que Jesus nos veio salvar
No deserto já nasceu uma linda flor
Que transforma todo o ódio em amor
Sou uma semente de Deus
Sou um sorriso de amor
Segue o teu caminho
Ouve a verdade que o Senhor te diz
Basta amar para seres feliz
É preciso ir pelo mundo anunciar
Com a alegria de um sorriso
Que Jesus nos veio salvar
No deserto já nasceu uma linda flor
Que transforma todo o ódio em amor
Sou uma semente de Deus
Sou um sorriso de amor
Letra e música: Luís Pintas

Passagem Bíblica
1ª Pedro 3, 13-17
: Os que sofrem injustamente - E quem vos poderá fazer mal, se fordes zelosos em praticar o bem? Mas, se tiverdes de padecer por causa da justiça, felizes de vós!
Não temais as suas ameaças, nem vos deixeis perturbar; mas, no íntimo do vosso coração, confessai Cristo como Senhor, sempre dispostos a dar a razão da vossa esperança a todo aquele que vo-la peça; com mansidão e respeito, mantende limpa a consciência, de modo que os que caluniam a vossa boa conduta em Cristo sejam confundidos, naquilo mesmo em que dizem mal de vós. Melhor é padecer por fazer o bem, se é essa a vontade de Deus, do que por fazer o mal.


Refl
exão
Há em todos nós uma sede de Vida.
Buscamo-la, cada um à sua maneira, dos mais variados modos, e nem sempre do mesmo jeito: ao longo do tempo, à medida que crescemos, descobrimos perspectivas novas e aprendemos a relativizar realidades que anteriormente vivíamos como indispensáveis, prioritárias, quase absolutas...
Esta busca está sempre presente.
Mesmo quando, entregues a nós próprios, condenados a tropeçar em becos sem saída, fingimos desistir dela e nos abrigamos a contentar-nos com pouco...
A novidade que o cristão tem para dizer a este mundo que tem sede de mais Vida é que esta Vida tem rosto, tem nome. E que, por isso, a sede dela é sede de um encontro com um Alguém que é Jesus!
É isto que significa, nas palavras de S. Pedro, "confessar que Cristo é o Senhor": perceber que somos d'Ele e para Ele.
Confessá-lo "no íntimo do coração" (e não apenas por palavras, que podem ser ocas e vazias...) é sinónimo de uma atitude que faz com que tudo na vida, a alegria, a tristeza, a perseguição, o medo, o entusiasmo... tudo seja parte de uma felicidade indizível e de uma esperança que nada pode matar, porque é tudo vivido com Ele!
E é por isso que se "estende a mão" na certeza de que há Alguém que a segura. Sempre. Mesmo quando parece estar ausente, esquecido de nós...
Quem faz esta experiência única de encontro com Jesus descobre a imensidão do seu amor e a grandeza ímpar da paz e da alegria que d'Ele nos vem!
E percebe, ao mesmo tempo, que não pode fazer outra coisa senão partilhar isso com todos os outros, irmãos, companheiros de jornada, e "ir pelo mundo anunciar, com alegria de um sorriso, que Jesus nos veio salvar".
A nossa vida ainda é deserto. Com muita solidão.
Mas com oásis. E flores que nascem e são promessa de futuro.
Quem vive de Jesus e com Jesus não pode deixar de gritar a mentira das noites sem estrelas sabendo que, no fim, tudo se resume a uma verdade simples que Jesus constantemente nos repete: o segredo da vida é o Amor!
É por isso que "basta amar para ser feliz".
Não com um amor qualquer, reduzido à nossa dimensão, à medida da pequenez das nossas forças.
Mas com o Amor infinito que é o próprio Deus: o Amor de quem se dá inteiramente. Até ao fim!
No dia em que me encontrar verdadeiramente com Jesus, no dia em que confessar de verdade, no íntimo do coração, que Ele é o meu Senhor, nesse dia (e só nesse dia...) perceberei em toda a plenitude o que significa cantar: "Sou uma semente de Deus, sou um sorriso de Amor".
Pe. Luís Alberto Carvalho

1 comentário:

Giane disse...

Buscar o Invisível de todas as formas, possíveis, sempre valerá a pena.

Parabéns ao jovens e a todos que buscam.

Beijos mil!!!