quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

O nosso Natal ou o Natal de Jesus?


Faz algum tempo que recebi por e-mail o vídeo infra. Lembrei-me muito dele no dia de ontem em que me cruzei com milhares de pessoas que entravam e saiam de lojas, umas sorrindo, outras barafustando, mas o tema era o mesmo, compras, prendas e mais prendas. Será que ainda há espaço nos nossos corações para celebrar o verdadeiro Natal (nascimento de Jesus?)

Trata-se de um postal electrónico de Natal realizado no âmbito da cadeira de Projecto II, do curso Design da Universidade de Aveiro e visa alertar para os problemas do excesso de consumo.
Vale a pena ver.


2 comentários:

ematejoca disse...

Eu quero para o Natal: presentes tecnológicos, jóias, perfumes e uma viagem a Nova Iorque com uma visita à MET.
O meu Natal é um Natal de consumo, todavia sou com as pessoas, que só festejam o nascimento do Menino Jesus (apesar, que o Jesus histórico devia ter nascido em Agosto) TOLERANTE!!!
Nunca estou a criticá-las, por festejarem um Natal diferente do meu.
Sejam também tolerantes com os que preferem um Natal cheio de glamour e com muitas prendas caras.
Voilá, a minha opinião sobre o assunto.

Fátima André disse...

Teresa,
Congratulo-me com a sua frontalidade. Respeito o seu posicionamento e os seus interesses, no entanto não percebo porque considera este post factor de intolerância. Trata-se apenas de um vídeo de reflexão que apela ao verdadeiro sentido do Natal.