terça-feira, 17 de março de 2009

O dever de educar a motivação

Realiza-se hoje, pelas 18h15, a décima sessão do ciclo "O dever de educar", dedicada ao tema "O dever de educar a motivação".

(foto da 9ª sessão do ciclo "O dever de educar")


Nas duas sessões anteriores dedicadas à memória e à compreensão foi aflorada uma condição de educação das mesmas: a motivação dos alunos. Será esta condição inata? Pode também educar-se? E, se sim, como poderão os professores interessar os alunos por aquilo que se prentende que aprendam?

A convidada, Maria Paula Paixão, psicológa e professora da Universidade de Coimbra, tem-se dedicado ao estudo da motivação e ao desenvolvimento vocacional, investigando as relações que estabelecem com a aprendizagem.

A decorrer no âmbito das Terças-Feiras de Minerva, as sessões deste ciclo são quinzenais e estão abertas ao público (com certificado de presença).

A sessão realiza-se na Livraria Minerva (Rua de Macau, n.º 52 - Bairro Norton de Matos) em Coimbra.

Organização: Helena Damião, João Boavida, Isabel de Carvalho Garcia, Mónica Vieira e Aurora Viães.

4 comentários:

Licas disse...

Olá Teresa!

Apesar de aposentada gostava imenso de assistir a estas sessões. Sempre fui apaixonada por questões de educação.
Presumo que as mesmas se realizem em Lisboa, não?

Estes assuntos "palpáveis" são aqueles que me interessam realmente. vivo na terra e não nas nuvens ou na terra dos enigmas e do faz de conta.

Obrigada por estas indicações que nos dá.Se delas obtiver alguns documentos escritos adorava adquiri-los.

Um abraço
licas

Fátima André disse...

Licas, todas as sessões se realizam na Livraria Minerva em Coimbra. As sessões são quinzenais.
Infelizmente, dada a distância, e a incompatibilidade com o meu horário de trabalho, não posso participar em nenhuma sessão. No entanto, como considero os temas muito pertinentes, tenho feito um esforço por conhecer antecipadamente as temáticas em debate para as poder divulgar em tempo útil para quem tiver oportunidade de participar.

Licas disse...

Obrigada mais uma vez!
Também para mim é muito longe, mas adorava ter acesso às conclusões destas sessões.
Não há hipótese, pois não?

Um abraço e continue a brindar-nos com estas divulgações.
Licas

Fátima André disse...

Licas, não lhe posso responder agora a essa questão da possibilidade de acesso às conclusões destas sessões. Posso perguntar a uma docente da Universidade de Coimbra que faz parte da organização do evento. Logo que tenha uma resposta contacto consigo.
Um abraço.