quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Escolas preparam suicídio colectivo

Desconheço a escola de proveniência destas (des)orientações??? para a definição dos Objectivos Individuais, no âmbito da Avaliação do Desempenho Docente, porém, só me apraz dizer que o caminho tão bonitinho e exemplarmente traçado, NÃO É EXEQUÍVEL.

Ao chegar-me às mãos um documento desta natureza e que anda a servir de modelo e orientação por várias escolas do país deixou-me completamente consternada. Até há bem pouco tempo pensei que apenas tinhamos uma tutela autista... agora já começo a acreditar que, em algumas escolas, formam-se seitas de seguidores de autistas (autistas são).

Alguém pode travar isto?



PS. Se o conseguisse fazer tinha colocado, sobre estas orientações, em letras maiúculas, gordas e a vermelho, a palavra REPROVADAS.

8 comentários:

Miguel Pinto disse...

É muito difícil comentar o que acabei de ler :(

BlueVelvet disse...

Ai que aflição.
E eu com tantas amigas professoras!!!
Ó Fátima tu deixa as escolas suicidarem-se e pisga-te, tá bem??
E tu, Fada, também.
Girafa, toca a andar.
Todas. Fujam, que assim talvez os manda chuva dêem pela vossa falta.
Beijokas tribais

Anónimo disse...

Sempre gostava de assistir a umas aulas de quem tem tempo para parir ideias destas.
Ah! Já me esquecia. O pessoal que inventa isto normalmente é especialista... em não leccionar.

Fátima André disse...

Inteiramente de acordo, Miguel!

Fátima André disse...

Oh velvet, é mesmo preocupante o clima de escola que se vai criando, mas não posso concordar contigo... ainda que sejamos uma minoria a remar contra a maré, não podemos deixar de lutar pelos valores que achamos importantes para as escolas, para os alunos... para isso precisamos de estar no terreno.

Margarida disse...

Já me tinha chegado um exemplar do modelo apresentado. O título do post diz tudo e não são possíveis mais comentários. Uma só pergunta: o que podem fazer os (poucos?) de nós que ainda conservamos alguma lucidez. É que à falta de alternativas até a mim (os que me conhecem saberão o que isto representa) me começa a dar vontade de abandonar o barco e procurar outra ocupação.

1/4 de Fada disse...

Andamos todos perdidos em grelhas, em papeladas perfeitamente incríveis, a perder tempo com coisas inventadas por mentes kafkianas. O post dispensa comentários. Acho que o nosso grande objectivo vai ser a sobrevivência.

Anabela Magalhães disse...

Ai que toleira, Fátima!!!!
O problema é que ela parece alastrar qual doença contagiosa!!
Bjs