quinta-feira, 5 de junho de 2008

Todos os dia são "Dias de"

Felizmente que o meu post (infra) suscitou alguma agitação na blogosfera sobre a comemoração dos “Dias de”. Agradeço todas as reacções e aproveito para esclarecer que em tempos idos, também referi que, não sendo contra estes festejos a que costumo apelidar de “para inglês ver”, devemos imprimir uma nova dinâmica aos restantes 364 dias do ano, para não ficarem esquecidos no calendário. São vários os posts em que alerto para esta questão que evidencio de forma muito explicita [aqui].

Isto não invalida que, de alguma forma, se recorde o dia instituído com iniciativas interessantes, uma sensibilização, uma actividade... sempre uma mais valia para ir incutindo na humanidade alguns valores que julgamos importantes preservar durante os 365 dias do ano e não apenas em dia de comemoração.

Deixo-vos com o excerto de um post delicioso e uma visão quase profética de como devemos agir para salvar o mundo. Leitura integral [aqui].


Hoje é Dia do Ambiente. E eu, que sou tão positiva, começo a descrer. Façam-me acreditar, por favor. Qualquer dia peço a colaboração de todos para fazer uma petição contra os “Dias de”. Para nos lembrarmos que todos os dias são Dias do Pai, da Mãe, da Criança, do Professor, do Ambiente, da Poupança, …

Todos os dias são Dias de Viver e não se pode viver a fatias, a talhadas, aos bocados. Por isso, quero avisar que, muito deslealmente, determino que ontem também foi Dia de tudo o que exprimi em cima e amanhã também.
Aliás, determino que Hoje é o dia de Ser Feliz, é o Dia dos Lindos, é o Dia dos Feios, é o Dia dos Doentes, é o Dia dos Sãos, é o dia dos Médicos, etc, etc, etc.

Só não é o Dia de ser Mau. E de ser Infeliz. Hoje é o Dia do Ambiente, sim. Mas façamos também amanhã tudo o que de bom hoje fizermos pelo Ambiente. Ele agradece já. Nós nos agradeceremos mais tarde. Amém.

Maria do Carmo Cruz
*******
Obrigada, Carmo pelo contributo terra-a-terra.

Sem comentários: