terça-feira, 3 de junho de 2008

A PALAVRA DO LEITOR

Um post aberto em que o leitor tem inteira liberdade de escrever as suas ideias e/ou recorrer a ideias de outros autores para fundamentar as suas… e com isso enriquecer este espaço com temas educativos.
O mote do tema será sempre facultado, neste caso particular pela imagem (infra). Podem escrever sobre tudo o que a imagem vos suscitar e que considerem pertinente para o debate, particularmente, para o enriquecimento pessoal e profissional de todos os que nos visitam.
Decorridos os próximos 4 ou 5 dias, comprometo-me a fazer uma selecção das frases e excertos de textos mais expressivos e pertinentes (deixados nos comentários) e colocá-los na página principal com a citação do respectivo autor.
Desde já, grata pela vossa colaboração!

4 comentários:

BC disse...

"As décadas vão passando, ao sabor do vento.
As mentalidades mudam.
Mas eu quero Acreditar que as ideias, as boas ideias ficam,e se enriqueçam SEMPRE,SEMPRE para a frente, mas que não descaiam como as mochilas, nas costas dos meninos".
Isabel

RENARD disse...

Essa imagem fez-me sorrir imediatamente. Insiro-me na 3ª etapa. Já levava os meus 7kg nas costas para a escola.
Mas a questão que lhe quero por é a seguinte:
o conhecimento que faz pesar as malas, chega a pesar no cérebro?
Muito do que sei não aprendi na escola. É verdade! Sempre odiei que me impingissem conhecimento. Contudo, foi lá que "aprendi a aprender"; aprendi a conviver com várias classes de pessoas; sofri nas mãos de "bullys" que me "empurraram" para a biblioteca e que me fizeram a pessoa ávida de conhecimento que sou hoje.
Vir dum país extraordinariamente rigoroso e severo em termos políticos, sociais e educativos como a África do Sul, para um país onde os alunos tratam os professores com desrespeito foi um choque incomensurável para mim. Mas mantive o meu respeito pela docência e reitero que, a meu ver, é das profissões mais humanas e dignas de respeito.

Um grande beijo

Raul Martins disse...

Em todas as gerações aí estão os jovens: Cada qual ao seu estilo, no seu jeito e com as suas "modas". Mas o importante é que eles encontrem a direcção certa, à procura do sentido da vida e levem sempre na bagagem uma grande dose de esperança e optimismo. E caminhem sempre em frente.

Teresa disse...

Espero que a Fátima pense como o Raúl: o meu blogue pertence ao mundo. Se for ao meu blogue compreenderá o que eu quero dizer.
O comentário da Carmo nao podia ficar comentário. Claro que podia ter escolhida mais flores para representar a Primavera. Mas as pessoas e os seus sorrisos fazem parte da Primavera da Carmo.
Summa summarum: desculpe de lhe ter usado a imagem sem autorizacao.

Mil :) :) :)...