quarta-feira, 18 de junho de 2008

O Sorriso é...

Na minha função de Professora Vigilante que desempenhei, esta manhã, no Exame Nacional de Língua Portuguesa, mil e um sons, ritmos, símbolos, imagens, palavras foram emergindo tipo brainstorming na minha mente. Ocupações mentais para não morrer de tédio 120 minutos. Li e reli Camões, li e reli Saramago, mas foi este último que hoje me "encheu as medidas" no texto sobre “O Sorriso”. Está-se mesmo a ver porquê. Quem me conhece bem sabe a “paixão” que por ele nutro. Hoje distribui imensos. O meu ritual diário. Faço-o a um ritmo quase cadenciado, antes do início das aulas, nas aulas, nos exames, nos corredores, no recreio… e sempre que me cruzo com pessoas. Creio. Um sorriso descontrai, cria ambiente… Hoje O Sorriso de Saramago também deixou esta pequena marca que fui rabiscando numa folha de rascunho.

Do Sorriso

Sorrir,
A expressão menos paradoxal,
Sábia e singela (pura).
Um sorriso aqui
Um sorriso acolá
Vai soltando gemidos
De medo, de sofreguidão
Talvez não.
Mais um retorcer na cadeira,
Um bocejo
Um sorriso a soltar,
E um sorriso de cumplicidade
Amainou a ansiedade.

Não é preciso cursar
Para o ler e interpretar.
Todos o alcançam
Sem uma palavra falar.

Um sorriso,
Um mar de sentimentos,
Manifestação de profunda sapiência.
Raras vezes é cínico,
Expressão de dor ou ira,
Quase sempre é
Empatia, amor ou amizade
Expressão de plenitude, alegria
E FELICIDADE!


Fátima André, 18.6.2008

4 comentários:

Anónimo disse...

Obrigada! Esbocei um sorriso ao ler este seu post :)

Maria do Carmo Cruz disse...

Sorriso? Chave que abre mais portas do que qualquer gazua. Sorriso? Presente de pura gratituidade e que sempre encontra quem o receba de boa vontade. Sorriso? Eco que nunca deixa de se repetir e ecoar vezes sem conta, até apenas o ouvirmos com a alma.
Sorriso? Luz interior que ilumina o que somos.
Sorriso? Sorriso, sim, mas nunca só com os lábios: o verdadeiro Sorriso brilha nos olhos de quem sorri. Da Avó Pirueta, com um Grande SORRISO

Fátima André disse...

Com um brilhozinho nos olhos, sempre!
;)

1/4 de Fada disse...

Olá Fátima:
venho agradecer os comentários tão simpáticos que tens deixado no meu blog.
Também vigiei o exame de Língua Portuguesa e, tal como tu, deixei-me encantar com o texto de Saramago. Vamos ver como é que os miúdos se desenbaraçaram com ele...