segunda-feira, 26 de maio de 2008

Vale a pena ler


Há dias, enquanto procurava uma imagem para ilustrar o excerto da obra “Democracia e Educação” de John Dewey – “A educação como uma necessidade da vida”, deparei-me que já existe esta obra em Língua Portuguesa. É uma edição muito recente de 2007 da Plátano Editora. Aqui fica a referência.
João M. Paraskeva, da Universidade do Minho, um dos directores da colecção, intitula a sua introdução com a seguinte frase: «A imperiosa obrigação de ir para além de John Dewey sem o evitar».

4 comentários:

Viviana disse...

Olá Fátima,

Venho desejar-lhe uma óptima semana e deixar-lhe um abraço.

Quando puder, passe pot favor por o meu blog, pois deixei lá um desafio para si.

Se por qualquer motivo, achar que prefere não o aceitar(dá um bocadinho de trabalho) esteja completamente á vontade para o fazer.

tenha um lindo dia

viviana

Fátima André disse...

Cara Viviana,

agradeço-lhe imenso o desafio, mas não o posso aceitar. Visito o seu blog com regularidade e com muito agrado. Tem temas que a nível pessoal me interessam, mas o desafio que me colaca sai fora dos pressupostos e objectivos deste blog.
Seria desonesto da minha parte aceitar, por isso peço-lhe que compreenda a minha decisão. É apenas essa a razão pela qual não aceito. Mas agradeço-lhe imenso ter-se lembrado de mim.
Volte sempre.
Tudo de bom para si. Muitas Felicidades.
:)

Teresa disse...

Hoje só lhe quero dar as boas noites, Fátima, e agradecer-lhe muito as suas palavras.
Há dores que custam muito a passar ou talvez fiquem para sempre.
Um beijinho de Düsseldorf.

Fátima André disse...

Querida Teresa,
aceite os conselhos da Carmo. Ela sabe do que fala.
A dor só vai atenuar quando a Teresa tiver coragem de se perdoar a si própria. O que ainda não aconteceu. Aqui começa o processo da cura interior. Não deixe de o encetar, nunca é tarde demais para fazer o caminho. Vai ver que começa a sentir a serenidade que precisa.
Um grande beijinho.