terça-feira, 20 de maio de 2008

Música, poesia… lugar de afectos

Mafalda Veiga - No Rasto do Sol

7 comentários:

BC disse...

Acabei agora as aulas de Filosofia.
Estou completamente arrazada, tanto fisíca como psicologicamente.
Tudo se resolve, mas temos que tomar decisões, e isso para mim torna-se difícil.
Gostava de saber onde está a verdade seria mais fácil.
Para mim certas coisas são angustiantes.Precisava agora de ter uma bola de cristal, ou então
alguém que me sussurra-se a decisão
certa.Complicado, sem ser injusta.
Tenho medo de cometer alguma injustiça e isso para mim é o pior,
não gosto de magoar ninguém.
Mas vim ver a Mafalda Veiga, e o mar fez-me bem.
Amanhã é outro dia...Aguardemos
Beijinhos Fátima

Fátima André disse...

O meu sorriso para si Isabel :)
Comentei lá do outro lado.
Beijinhos.

Fátima André disse...

Adoro a Mafalda. Somos da mesma geração, da mesma idade e encetamos ambas a carreira profissional no mesmo ano (embora em caminhos bem dispares). Lembro-me de aos 20 anos fazer o trajecto de minha casa para a escola onde leccionava (no meu querido Alentejo), em Vila Viçosa, e ouvir pelo caminho vezes sem fim o seu primeiro album "Pássaros do Sul" de 1987. Paixões musicais. Paixões saudáveis, digo eu :)

RENARD disse...

Querida Fátima:

Antes de mias, não se está a intrometer. O meu blog á público para isso mesmo. A questão do "feedback" é-me necessária e sem discussão de opiniões o mundo estagnaria.
O caminho para a auto-descoberta está a ser longo, moroso e doloroso. Talvez por não poder contar com uma saúde ao nível de alguém da minha idade as coisas me pesem ainda mais do que o nnormal. E o estar desempregada também tira bocado...
Tenho todo o gosto que comente os meus textos e que discorde com eles. Sempre podemos acordar em desacordar, certo?

Um beijo e abraço para si

Fátima André disse...

renard,

Obrigada pela visita. Ainda bem que concorda que a partilha é ou pode ser uma mais valia e uma riqueza muito grande.
Desejo-lhe as maiores Felicidades e que Deus lhe conceda o dom do discernimento em cada gesto, em cada passo, em cada olhar... vai ver que vai conseguir superar todos os seus obstáculos. Seja perseverante!
Volte sempre.
Daqui lhe envio um pouco do meu arco-íris e um sorriso :)

Teresa disse...

Olá Fátima:
Eu nunca tinha ouvido falar da Mafalda Veiga. A Ema gosta muito.
Quer sempre ouvi-la e também ver as imagens. È o pouco sangue portugues que lhe corre nas veias.
Ontem estive toda a noite a ver filmes do James Stewart. Aqui ele é conhecido e a TV trouxe quase todos os filmes dele em diversos canais.
Agora tenho cá a Ema e ela dá muito trabalho. Lá a vou entretendo com a Mafalda Veiga.

Muitos sorrisos de D´dorf!

Fátima André disse...

Olhe que bom. Eu "adoro" a Mafalda.
Beijinhos :)