terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

O que o processo de avaliação esconde...


(clique na imagem para ler)

Para rematar, não gostei do debate do prós e contras de ontem à noite. Foram denunciadas algumas injustiças, mas ficou aquém da realidade do sofoco em que vivem as escolas e os professores, pelas dúvidas que este processo gera, pelos medos e inseguranças que suscita, pelo incomportável peso das horas de serviço de um professor, incompatível com a qualidade de ensino...
Ministra da Tutela da Educação declara publicamente o seu autismo, mostrando arrogância e inflexibilidade no discurso, deixou bem claro que não pretende recuar uma virgula que seja no processo encetado.

Lamento que uma referência nacional na área da Organização e Formação na Educação Básica, como o Professor João Formosinho (Professor Catedrático) não tenha conseguido defender os fundamentos de um processo de avaliação de professores justo e congruente com aquilo que se pretende -, a melhoria da qualidade do ensino. Aliás, sentado ao lado da ministra só se adivinhava uma coadjuvação...

Sem comentários: