domingo, 16 de dezembro de 2007

Perigos que espreitam a adolescência

Guapa

O director desta curta-metragem é Miguel Galofré e em “Guapa” conta-nos uma dessas histórias “passionais” que encantam especialmente as noss@s alun@s. Não é essa a razão principal por que a pomos aqui. Independentemente do guião ser mais ou menos original, o que nos interessa logicamente não são as razões cinematográficas, mas sobretudo as razões educativas. E neste âmbito, Guapa pode ser um bom material de reflexão colocando em debate os nossos alunos sobre temas como as Mudanças Sociais e as Novas Relações de Género (a que aludimos nos posts "Do perfil da infância e da adolescência de hoje" e "Noites de pré-adolescentes").

No fundo trata-se de pessoas, da relação entre elas como casal, das expectativas que um e outro sexo criam com respeito à sua relação e ao papel que cada um desempenha… intimacias...

É por isso que, seguramente, raparigas e rapazes terão opiniões mais ou menos formadas sobre o papel do casal protagonista. Talvez o possamos passar numa das nossas aulas, de Formação Cívica, Educação Moral, Ciências Naturais, ou na área que julgarmos mais pertinente de modo a gerar um debate profícuo e pautado por valores.

Sem comentários: