terça-feira, 1 de Abril de 2014

Cinema e Literatura

“O MEU PÉ DE LARANJA LIMA”
BASEADO NO CLÁSSICO INTEMPORAL DA LITERATURA JUVENIL

Publicado em 1968, o livro “O Meu Pé de Laranja Lima” é até hoje o livro mais vendidos no Brasil e um dos livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura em Portugal. O filme baseado nesta obra literária é uma fascinante e emocionante história de amor e amizade.
Chegou aos cinemas portugueses no dia 20 de março.

O Filme:
Zezé tem quase oito anos e vive com a sua família pobre e numerosa. Ele é sensível, traquina e um grande contador de histórias. Para compensar a falta de afeto e carinho que não encontra em casa, refugia-se num mundo imaginário com o seu confidente, um pé de laranja lima com quem partilha as coisas boas e más da vida. Quando menos espera, Zezé descobre a mais bela das amizades num adulto solitário, Manoel Valadares, o ‘Portuga,’ que tenta participar no seu universo especial. Este dá a Zezé a ternura e compreensão que ele tanto precisa e a criança oferece ao amigo um mundo de fantasia e imaginação que este jamais imaginou viver.

Marcações para Escolas:
Para marcação de sessões de cinema a preços mais reduzidos, por favor entrar em contacto com o cinema ou auditório da localidade.

Para mais informações:
Andreia Santos
andreia.c.santos@zonoptimus.pt
Tel: 21 006 20 73

Trailer: 

Formação Contínua de Professores

quarta-feira, 12 de Março de 2014

Ciclo de conferências "A Escola da Geração Digital"


CENFIPE | Ciclo de conferências 2014

A ESCOLA DA GERAÇÃO DIGITAL
Desorientação, Criatividade e Inovação

A ESCOLA DA GERAÇÃO DIGITAL não pode ser ignorada. As crianças e jovens gastam cada vez mais tempo com tecnologia digital. O computador pessoal, os tablets  e o telemóvel modificaram, rápida e radicalmente, os rituais de iniciação nos grupos de pares, a comunicação intra e intergrupal, os graus de socialização e de integração, já que criaram novos gestos, linguagens, códigos, símbolos, valores e um mundo infindável de engenhos periféricos.O que significa para o seu desenvolvimento?, Qual o papel dos Professores e da Escola ? Que perigos escondem ? Que escolas vamos ter no futuro ?... .  Sob a égide de uma acentuada crise económica e dos problemas inerentes a esta nova “Net generation, paralelamente, queremos discutir a Escola Pública que temos e que queremos, reflectir sobre os seus valores e competências, capacidade de mediação, adaptação aos novos tempos, as lideranças, a inovação em contexto escolar, os factores de motivação e de resiliência do corpo docente face a um futuro muitas vezes perspectivado com inquietação, medo e insegurança múltipla... Pretendemos ainda abordar o papel dos Pais e Encarregados de educação numa sociedade tecnológica globalizada e os desafios que se colocam à parentalidade .  Em diferentes formatos (Conferências, Mesas Redondas, Workshops temáticos) pretendemos contribuir com sugestões criativas, inovadoras e partilha de experiências que enriqueçam a prática docente de forma inspiradora… 
Cientes de que os ambientes educativos devem ter como foco central a autonomia, a criatividade e o espírito investigativo, o CENFIPE, em parceria com assuas escolas associadas, a Coordenação Concelhia das Bibliotecas escolares e asCâmaras Municipais dos Concelhos de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Paredes de Coura convoca Diretores de Escolas, Professores, Pais e Encarregados de Educação, Autarcas, investigadores e todos aqueles que tem responsabilidades na educação para um grande debate público, um Ciclo de Conferências a que demos o nome  A ESCOLA DA GERAÇÃO DIGITAL : Desorientação, Criatividade e Inovação.”  
Acontece no Norte, no coração do Alto Minho, descentralizado por quatro Concelhos: Arcos de Valdevez (dia 22 de Março, 2013), Ponte da Barca (24 de Maio, 2013), Paredes de Coura (25 de Outubro, 2013) e Ponte de Lima (29 de Novembro, 2013). São Vilas que convidam a ficar e a desfrutar dos seus encantos…Reunimos um leque fabuloso de especialistas, referência incontornável em áreas distintas como ciência,   comentário político, sociologia, educação, inovação, tecnologia e investigação: Marcelo Rebelo de Sousa, João Lobo Antunes, Carlos Fiolhais, Elvira Fortunato; Rui Mota Cardoso, J. Torres Santomé (Universidade da Corunha), Cristina Baptista, Paulo Guinote,  Eduardo Sá, Carvalho da Silva, António Sacavém, Helena Sacadura Cabral, Pacheco Pereira, a Jornalista Fernanda Freitas, José Pedro Cobra são alguns dos nomes confirmados….  

terça-feira, 11 de Março de 2014

Formação - Discalculia


Formação na Qualifica - Exponor
 
​“A pessoa com discalculia terá problemas com o raciocínio matemático a vida inteira. Mas com o tratamento adequado, ela poderá adquirir os conceitos satisfatoriamente”.


É uma perturbação que se manifesta na dificuldade de aprendizagem do cálculo. Esta dificuldade pode-se manifestar em vários níveis da aprendizagem. Assim, podemos encontrar dificuldades ao nível da leitura, escrita e compreensão de números ou símbolos, compreensão de conceitos e regras matemáticas, memorização de factos ou conceitos ou no raciocínio abstracto. Podem ainda estar associadas dificuldades em aprender a ver as horas ou lidar com o dinheiro.

São contudo notórias dúvidas que se prendem com as aprendizagens neste domínio. Muitos profissionais continuam a questionar-se sobre como promover as aprendizagens matemáticas, que tipo de actividades planificar e que estratégias desenvolver, que conteúdos explorar, que dinâmicas e relações estabelecer, que intenções reflectir e planificar para melhor intervir e dinamizar.

O encontro “Discalculia – Entender e intervir na dificuldade com os números e cálculos” organizado pela Clínica da Educação,  procura ser assim um espaço de reflexão e debate em torno das intenções da acção e das próprias práticas dos profissionais  e parentais enquanto condição essencial para o desenvolvimento da criança.

Tem como objectivos:

* Compreender a discalculia para promoção de práticas adequadas

* Estratégias de intervenção facilitadoras de aprendizagem

* O papel dos pais no acompanhamento desta dificuldade

 
Os formadores são Rafael Silva Pereira, atualmente é Diretor Pedagógico da Associação Ester Janz. É Especialista em Dificuldades Específicas de Aprendizagem. Para além das várias participações em Congressos, faz formação a nível nacional e internacional a educadores, professores, psicopedagogos, psicólogos, técnicos de reabilitação e terapeutas da fala, em instituições que trabalham com crianças com patologias relacionadas com a aprendizagem.
É autor de obras didáticas e multissensoriais, como o ” Programa de Intervenção e Reeducação em Dislexia e Disortografia”, ” Programa de Neurociência – Intervenção em Leitura e Escrita”, “Programa de Reeducação em Dislexia e Consciência Fonológica – PREDICOFON, “Fichas de Reeducação em Leitura e Escrita” da Texto Editora, da “Bateria de Avaliação de Pré-Competências em Leitura e Escrita-BACLE, do LER – Leitura, Escrita e Reeducação e da  BACMAT – Bateria de Aferição de Competências Matemáticas.


Inês de Jesus Salgado Rodrigues licenciou-se em Professores do Ensino Básico, 2º ciclo, variante Português/ Inglês, pela Escola Superior de Educação Jean Piaget, em Vila Nova de Gaia  no ano de 1999. Em Abril de 1998 frequentou um curso de Inglês, “English Language Course with LHS School Youth Travela at Rosebery University Hall”, em Londres. Iniciou o seu percurso profissional exercendo funções no 2º ciclo, lecionando a disciplina de  Inglês, desempenhando o cargo de Diretora de Turma. No ano letivo de 2000/2001 trabalhou no Colégio Novos Rumos, 1º ciclo, Ensino Especial, em Guifões – Matosinhos, onde trabalhou em exclusivo com Crianças com Necessidades   Educativas Especiais com diversas patologias.
No ano letivo 2001/ 2002 lecionou na cidade de Angra do Heroísmo, onde exerceu as suas funções como professora. Em paralelo participou como docente no ensino da Língua Portuguesa a emigrantes russos e ucranianos no “Curso de Língua Portuguesa para Estrangeiros”.
A partir de 2005/ 2006 iniciou o seu trabalho no 1º ciclo, onde para além de exercer as suas funções como Professora Titular de Turma.
Em maio de 2012 concluiu o “Curso de Formação Especializada na Área de Educação Especial-Domínio Cognitivo e Motor” e em 2013 concluiu o Mestrado na mesma área pela Escola Superior de Educação Almeida Garrett sendo nesse âmbito convidada pelo Prof. Dr. Rafael Silva Pereira para a aplicação, análise e validação dos dados da BACMAT; É co-autora do mais recente Manual de Intervenção em Dificuldades Matemáticas.

INSCRIÇÕES até dia 14 Março 2014 : 20.00€ +4.60€ iva = Total: 24.60€ | Inscrições no dia 15 de Março 2014: 30.00€ + 6.90€ iva = Total: 36.90€ | Inclui: Material de apoio à sessão, Diploma de Participação.