sexta-feira, 29 de abril de 2016

O Valor do Silêncio

As três peneiras
O pequeno Raúl saiu da escola a correr, chegou a casa muito excitado e, depois de beijar a mãe, exclamou:
- Já sabes o que dizem do António?
- Espera um pouco, tem paciência. Antes de principiares, lembra-te das três peneiras…
- Mas quais peneiras, minha mãe?
- Sim; vais ouvir e saberás. A primeira chama-se verdade. Tens a certeza de que é certo o que me queres dizer?
- Não; se é certo, não sei.
- Vês?... E a segunda chama-se benevolência. Será benevolente, será boa, essa notícia?
- Não, minha mãe, não é boa.
- E a terceira chama-se necessidade. Será necessário repetires tudo isso que te contaram desse teu camarada e amigo?
- Não, minha mãe.
- Pois se não é necessário, nem benevolente, e talvez nem seja verdade, entendo que é preferível, meu filho, calares a tua boca.

In Os contos de António Botto (1942).

domingo, 24 de abril de 2016

Pedagogia e Psicologia Positiva

Pedagogia e Psicologia Positiva

Interações em Educação e Saúde
Coordenação de Sónia Alexandre Galinha
Edição/reimpressão:2011
Páginas: 168
Editor: LivPsic
ISBN: 9789898148827
Idioma: Português





Sinopse
Ao situar o sujeito humano no contexto social interativo, a abordagem psicossocial permite perspetivar a complexidade das interações em que está envolvido, e os processos de influência que as caracterizam. É o que constatamos quando estes autores de mérito internacional nos propõem que se revalorize a ética num mundo com falta de referências axiológicas, que se reclame o altruísmo organizado sob a forma de voluntariado, que se procure a co-construção do conhecimento em contextos de aprendizagem que favoreçam o desenvolvimento um Projeto de Homem, que se supere a vulnerabilidade com o fortalecimento e expressão auto-afirmativa do Ser, que se contrarie a insensibilidade transformada em abuso com a promoção da inclusão através de comportamentos de cidadania, capazes de devolver ao outro a dignidade e o lugar que lhe são devidos.


Prefácio 
A abordagem psicossocial ao focar-se na interação humana como unidade de análise está cada vez mais na ordem do dia, dada a sua importância para a fundamentação das mais diversas intervenções. Ao situar o sujeito humano no contexto social interativo, permite perspetivar a complexidade das interações em que está envolvido, e os processos de influência que as caracterizam. 
Trata-se de uma abordagem incontornável para uma compreensão mais aprofundada do devir humano, e da expressão comportamental através da qual se manifesta. É disso exemplo a forma como são assumidas e tratadas as temáticas que compõem a presente obra, lançando um olhar novo sobre problemas antigos que reclamam respostas atuais. 
É o que constatamos quando os seus autores nos propõem que se revalorize a ética num mundo com falta de referências axiológicas, que se reclame o altruísmo organizado sob a forma de voluntariado, que se procure a co-construção do conhecimento em contextos de aprendizagem que favoreçam o desenvolvimento um Projeto de Homem, que se supere a vulnerabilidade com o fortalecimento e expressão autoafirmativa do Ser, que se contrarie a insensibilidade transformada em abuso com a promoção da inclusão através de comportamentos de cidadania, capazes de devolver ao outro (o idoso) a dignidade e o lugar que lhe são devidos. 
Esta obra, coordenada pela Professora Sónia Galinha, representa não apenas o produto do labor de investigação de um grupo de reputados investigadores que assinam os diferentes capítulos que a compõem, mas também o seu comprometimento com causas nobres ao serviço da dignidade humana. A reflexão que nos propõem, aplicada a diferentes âmbitos da educação e da saúde, caracteriza-se pela criatividade, profundidade de análise e competente fundamentação teórico-metodológica. 
Enfim, uma obra enormemente sugestiva não só pelos horizontes que abre, mas também pela premência das prioridades e solidez das estratégias para todos aqueles que, através das abordagens e intervenções de corte psicossociológico, procuram contribuir para a melhoria do bem-estar humano. 

Manuel Joaquim Loureiro 
Professor Catedrático da Universidade da Beira Interior

quarta-feira, 23 de março de 2016

Congresso Neurociências e Educação Especial



Programa / Inscrições / Outras Informações

Curso online em Literacia Digital



A Rede TIC e Sociedade, em parceria com a Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém, apresenta o seu primeiro Curso online em Literacia Digital - MOOC-Literacia-Digital. Com o firme propósito de contribuir para a Inclusão e o aumento da Literacia Digital, foi lançado este curso online com dois grandes objetivos: Primeiro, que cada participante tenha a oportunidade de conhecer e avaliar as suas competências digitais. Segundo, estimular os participantes a familiarizarem-se com instrumentos e a desenvolverem estratégias que os ajudem na função de "Padrinhos Digitais".


sábado, 12 de março de 2016

Curso gratuito do Google para professores


Curso gratuito do Google para professores

Este curso online Fundamentos do Google para o Ensino tem como objetivo apresentar a educadores possibilidades de uso das tecnologias do Google para aumentar a eficiência, a inovação e a personalização do ensino.
Os vídeos são apresentados em inglês, com legenda em português, pelos professores Augusto Portugal e Artur Jovanelli.

Conteúdo programático do curso online

O conteúdo do curso do Google está dividido em cinco módulos:
  • Visão geral: entenda a estrutura do curso e confira dicas para obter sucesso na sua estratégia de estudo.
  • Pesquisa e comunicação: busque recursos online e divulgue informações para a comunidade escolar.
  • Criação e compartilhamento: crie documentos online e incentive a colaboração usando ferramentas de edição de texto, planilhas, apresentações e formulários de pesquisa.
  • Melhorar a experiência em sala de aula: utilize ferramentas online para melhorar a comunicação e aspectos visuais nas aulas.
  • Saiba mais: encontre links e conteúdos interessantes de assuntos relacionados ao uso de tecnologia em sala de aula.

Estrutura do curso do Google

Cada módulo contém um vídeo de introdução seguido de tópicos que exploram casos práticos de como educadores podem fazer o melhor uso das tecnologias do Google em sala de aula.
Em seguida, os módulos apresentam um passo a passo sobre como realizar tarefas básicas com a ferramenta indicada e links para aprofundamento.
Como conclusão de cada etapa, são apresentadas atividades para praticar as habilidades adquiridas e discussões em fóruns para compartilhar experiências e obter feedback de outros cursistas.
Para se inscrever neste curso gratuito do Google para professores basta fazer um cadastro no site do Coursera e começar a estudar.
Aproveite a oportunidade de se especializar nos recursos do Google para a educação com este curso online gratuito Fundamentos do Google para o Ensino.
Mais informações aqui, deste e de muitos outros cursos gratuitos.

sexta-feira, 11 de março de 2016

NORMA 01/JNE/2016 e Guia para Aplicação de Condições Especiais na Realização de Provas e Exames


Está disponível no sítio do Júri Nacional de Exames a Norma 01/JNE/2016 de 9 de março  que contém as instruções a observar no presente ano letivo pelos agrupamentos de escolas, escolas não agrupadas e estabelecimentos do ensino particular e cooperativo, relativamente ao processo de inscrição para a realização de Provas e Exames do 3º ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário.

Está também disponível no sítio do Júri Nacional de Exames o GUIA PARA APLICAÇÃO DE CONDIÇÕES ESPECIAIS NA REALIZAÇÃO DE PROVAS E EXAMES de 10 de março  – JNE/2016.

Guia "Brincar Inclusivo" da UNICEF


O projeto INCLUIR BRINCANDO é uma iniciativa da VILA SÉSAMO e do FUNDO DAS NAÇÕES UNIDADES PARA A INFÂNCIA – UNICEF, que procura contribuir para a garantia do direito de brincar a todas as crianças, respeitando os ritmos e a individualidade de cada uma.
O Guia "Brincar Inclusivo", tem como objetivos promover a interação de todas as crianças, valorizar as diferenças, estimular a autonomia e fortaleçer a autoestima.

[DOWNLOAD]

Seminários: "A Escola tem Futuro?"...

Seminários de Doutoramento
ANTÓNIO NÓVOA

Debater questões atuais da investigação em educação, do papel e problemas atuais da escola e da universidade às questões que se colocam relativamente ao seu futuro, do lugar da educação no espaço público e da formação dos professores às representações sociais e formulação de políticas, passando pelas questões teóricas e metodológicas nomeadamente no campo da educação comparada, é o objetivo de uma série especial de Seminários a realizar por António Nóvoa no auditório II do Instituto de Educação nos dias 15, 19, 22, 26 e 29 de abril. Estes Seminários são destinados em especial aos doutorandos e docentes do IE, mas estão abertos à participação de todos os interessados.

Mais informações aqui.

quinta-feira, 10 de março de 2016

Um baralho de cartas para crianças especiais


EKUI Cards é um baralho de cartas que ensina o alfabeto a crianças com e sem necessidades especiais, criando assim um mundo onde a inclusão social é uma realidade


O alfabeto fonético, o convencional, a lingua gestual e o braille. E se todos conseguíssemos comunicar através destes códigos? É esse o objectivo das cartas EKUI, um projecto desenvolvido pela Associação Leque e criado por Celmira Macedo que idealizou um material didáctico com uma estratégia de alfabetização inclusiva, onde todas as pessoas podem comunicar de forma universal e que ensina as crianças a comunicar com todos, independentemente da sua limitação física ou cognitiva.

Estes cartões, explica Celmira Macedo, "podem ser dinamizados em contexto escolar, o que traz vantagens ao nível da aprendizagem das crianças no seu primeiro contacto com o alfabeto". "Ajuda-as a memorizarem mais rápido as letras do alfabeto português, a clarificar e a evitar as confusões gráficas comuns. É também uma ferramenta intuitiva para os professores e melhora a aquisição de competências de crianças com necessidades especiais."

Para além da componente didáctica, as cartas EKUI têm também uma forte componente lúdica, como por exemplo o dominó, no qual todos podem jogar independentemente das limitações ou incapacidades que tenham.

O baralho de cartas é produzido e embalado em Portugal e pode ser adquirida online.  Esta linha de produção, chamada Oficina da Produtividade, foi concebida para incluir pessoas com necessidades especiais no mercado de trabalho. A poupança nos custos de produção e os lucros revertem a favor dos utentes da associação – quem trabalha a embalar as cartas não paga, por exemplo, as aulas de terapia da fala.

Até ao momento as cartas EKUI estão disponíveis em duas salas do pré-escolar em Alfândega da Fé e Vila Nova de Famalicão e em 32 escolas de Vila NOva de Gaia. Este produto não só está apenas desenhado para crianças como também para adultos em processo de reabilitação que, por exemplo , tenham sofrido um AVC.

Com o apoio da Fundação EDP, da Montepio, da Missão Sorriso e do municípios de Alfandega da Fé, as cartas EKUI querem chegar a escolas de todo país e tornar a inclusão social uma realidade e não uma ideia utópica.

In P3 (8.3.2016)

quarta-feira, 9 de março de 2016

Crianças expostas à violência doméstica


Clique na imagem para descarregar o manual em formato pdf ou aqui.

O V Plano Nacional de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género 2014-2017 (V PNPCVDG) é um instrumento de política pública que se estrutura em cinco áreas estratégicas, sendo que o manual que ora se publica, Manual para a educação de infância – crianças expostas à violência doméstica: conhecer e qualificar as respostas na comunidade, se enquadra na área estratégica I, relativa à prevenção, sensibilização e educação. A informação, a sensibilização e a educação são fundamentais para prevenir e combater a violência doméstica na sua raiz e em toda a dimensão, visando implementar estratégias conducentes a uma sociedade assente na igualdade e livre de discriminação e de violência. A medida 5, do referido Plano, estipula a elaboração e divulgação de guiões e outros materiais informativos e pedagógicos dirigidos à comunidade educativa, com o objetivo de a informar e orientar para a temática da violência doméstica e de género.
In Espaço digital do Instituto de Apoio à Criança.